Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O universo em mim

O universo em mim

12
Jan21

Valores

aMarques

Recentemente li um livro que me levou a pensar sobre quais eram os meus valores, após ter noção dos valores pelos quais me guio no dia-a-dia para reger a minha vida, separei cada um deles por duas categorias "valor bom" e "valor mau" , depois de ter essa divisão feita conforme me fez mais sentido, tentei perceber até que ponto é que tenho de facto sido fiel aos valores bons e porque é que me devo desfazer dos valores maus.
Ao início comecei a pensar naqueles valores básicos que os pais, as escolas, as religiões e até mesmo a sociedade nos incute como sendo os valores corretos e dignos sobre os quais devemos construir a nossa vida e apercebi-me que apesar de saber a "lenga lenga" na ponta da língua, não tenho sido leal a nenhum deles. Não quero dizer com isto que sou uma pessoa desprezível, apenas tive a consciência que só sigo os valores bons quando me é favorável, tal e qual como faço com os valores maus.
Exemplificando para ser mais prático, um dos valores bons que creio que todos nos lembramos é a honestidade, mas perdi a conta às vezes em que uma mentirinha piedosa me fez melhor proveito do que a verdade tal como ela é. No que toca a um valor mau lembrei-me da inveja, que provavelmente ainda em maior quantidade de vezes do que as mentirinhas piedosas, me aconteceu olhar para um ojecto ou feito qualquer (uma peça de roupa, um carro, um acessório, um cargo, uma boa nota académica) de alguém e desejar isso para mim. 
E fui então fazendo este exercício e descobrindo uma infindável lista de valores bons e maus que consciente ou inconscientemente eu falho ou pratico no meu dia-a-dia,  o exercício continua, porque às vezes em determinadas situações ou pensamentos deparo-me com um novo valor ou repetição do mesmo (bom ou mau), mas tem sido uma descoberta muito interessante e divertida. 
Honestamente (mesmo) é um alívio emocional colocar todos os dias em prática as mudanças que vou conseguindo fazer, tem melhorado as minhas emoções, a minha saúde emocional e isso fortalece a física sem dúvida alguma e até mesmo as minhas relações com os outros. 
Lembrando sempre que, na minha opinião, os nossos erros só se tornam derrotas quando não aprendemos e melhoramos nada com os mesmos.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D